Cesta Científica #3: Método científico e o gosto do arroz queimado, BNCC e (a falta de) infraestrutura na rede pública de ensino e história ilustrada de um saber

Shares

Olá!

Esta é a Cesta Científica, a newsletter de conteúdos sobre ciência e educação do ccult.org. E já estamos na terceira edição de nossa Cesta! Não deixe de trazer a sua a opinião sobre os links e materiais que recebe através em nossa newsletter (deixar um comentário na postagem da Cesta Científica no ccult.org)

ÚLTIMAS NO CCULT.ORG

Publicamos o primeiro material resultado de nossa parceria com a Companhia das Letras! O ccult.org faz parte da rede de Educadores Parceiros da Companhia na Educação, um projeto da editora para a criação e divulgação de materiais educacionais a partir de obras literárias de seu catálogo. E o primeiro material é muito especial: a discussão da intelectualidade de pessoas negras em diversos campos, especialmente o artístico e acadêmico, com alunos do ensino básico. O livro “O Carro do Êxito”, de Oswaldo de Camargo — cujos contos exprimem as vitórias e realizações sob o ponto de vista da negritude e de sua cultura — é o ponto de partida para que as produções intelectuais de homens e de mulheres negras sejam reconhecidas e compartilhadas. Além do texto, você pode acessar um plano de aula para incluir a discussão do tema em aulas de ciências da natureza no ensino básico. Tudo gratuito — é só acessar este link.

Além disso, mais uma resenha de livro de divulgação científica foi ao ar. O livro da vez é o “Tempestade numa xícara de chá”, de Helen Czerski, que apresenta relações intrigantes e espetaculares entre situações aparentemente simples, como estourar pipoca, e o lançamento de foguetes ou a apneia de baleias no fundo dos oceanos. Você pode conferir a resenha na íntegra pelo link: https://ccult.org/livro-tempestade-numa-xicara-de-cha/

O QUE ASSISTIR POR AÍ

Você deve ter visto nas redes sociais vídeos afirmando que um copo vazio colocado sobre o arroz queimado consegue melhorar o gosto e até a aparência do cereal. Acontece que muitas conclusões sobre o gosto do arroz após a colocação do copo podem ser enviesadas e as cientistas do @NuncaVi1Cientista fizeram um trabalho primoroso sobre o tema, apresentando como algumas etapas do método científico podem elucidar a questão. No Instagram: https://www.instagram.com/p/CeY_Sc6DDy0/

Outras coisas legais para assistir:

O QUE LER POR AÍ

LINKS ÚTEIS

  • Inscrições para o projeto de extensão “Meninas com Ciência”, promovido pelo Museu Nacional e pela UFRJ. Trata-se de um curso de extensão para meninas entre 11 e 15 anos regularmente matriculadas em escolas públicas ou privadas do Brasil para apresentar o conhecimento científico e a profissão de pesquisador em áreas como astronomia, paleontologia, geocientistas e arqueólogas. As inscrições são gratuitas e vão até o dia 17 de junho pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSec6StE3T6_P3iBBUcG2KQ7B-qEWFE7KeGHZ1pqSbWTO3y2Fw/viewform . Vale consultar a página do projeto para maiores informações: https://www.facebook.com/meninascomciencia/posts
  • A lista de músicas presentes no disco enviado junto com a Voyager — sonda lançada para o espaço na década de 1970 e que hoje encontra-se fora de nosso sistema solar. Detalhe: Chuck Berry com o clássico “Johnny B. Goode” está imortalizado no Golden Record, junto com Mozart e diversas manifestações musicais de culturas africanas, australianas e europeias [em inglês]: https://voyager.jpl.nasa.gov/golden-record/whats-on-the-record/music/
  • A história ilustrada de um saber, material produzido pelo Nexo Jornal em parceria com o Instituto Serrapilheira, apresenta a história de como diversas descobertas foram realizadas ao longo da história da ciência: https://www.nexojornal.com.br/especial/2021/07/30/A-Hist%C3%B3ria-Ilustrada-de-um-Saber

. . . . .

Shares

Mais do ccult.org

Admiramos, mas não entendemos: a relação do brasileiro com a ciência

[Este texto foi originalmente publicado na página do ccult.org no Medium.] Em 2018, 3M State Of Science Index trouxe alguns …

Sejam bem-vindas, calculadoras!

Máquinas de calcular não são uma novidade no mundo. Desde a invenção do ábaco pelos chineses – provavelmente 600 a. …

Não é milagre, apenas decidimos ir — um olhar sobre a exploração espacial

Eu sou daqueles que acredita que textos e livros mudam pessoas. Ou melhor: textos ampliam horizontes, apresentam novas formas de …

A Hora Legal Brasileira e a cultura científica

No incrível e imperdível livro “A informação: uma história, uma teoria, uma enxurrada”, James Gleick conta como a sincronização dos …

Quando o ensino de ciências foi sequestrado pela maldade: alguns pontos sobre o ensino de ciências durante o nazismo

Uma falácia muito difundida fora — e em alguns casos, dentro — do ambiente educacional é aquela que diz que …

Teorias científicas não são leis mal-acabadas

O filósofo austríaco Ludwig Wittgenstein foi um dos grandes nomes da filosofia no século XX. Seus escritos, publicados em duas …