Transcreva dados e colabore com a pesquisa sobre as mudanças climáticas

Shares

As mudanças climáticas são reais e já estão apresentando os seus efeitos. Embora seja uma afirmação consensual — e arrumar um consenso dentro da ciência é uma das coisas mais difíceis — para muitas pessoas parece ser difícil entender a urgência das mudanças climáticas. Desde correntes negacionistas, que ganham muito espaço em redes sociais e no YouTube, até a sensação de que as mudanças climáticas são algo que nos atingirão em um futuro muito distante — o que está claramente errado —, passando pelo pouco espaço que o tema possui no debate público (e que, para um lado ou para o outro, é contaminado pelo efeito Datena ).

Talvez a imagem a seguir ajude a ilustrar como o clima do planeta está mudando drasticamente mesmo que os negacionistas do clima procurem dizer o contrário:

Você pode construir suas próprias listras climáticas no Show Your Stripes (desculpem o trocadilho!). O site é uma criação do cientista climático Ed Hawkins e apresenta dados de temperaturas médias anuais dos últimos cem anos. Quanto mais intenso o vermelho, maior a temperatura média. Temos batido recordes e mais recordes de temperatura a cada ano e isso não representa apenas ter que investir em ventiladores e aparelhos de ar-condicionado: chuvas cada vez mais intensas, estiagem com duração muito maior do que a média, temperaturas extremas em regiões sem infraestrutura interferem na condição de vida em todo o planeta.

Em algum momento, você pode ter se perguntado como sabemos que as temperaturas anuais eram menores do que agora. Há várias formas: análise da composição química de fósseis, modelos climáticos desenvolvidos ao longo da história e a boa e velha anotação de temperaturas. Sim, a medição da temperatura (e de outros dados climáticos, como pressão do ar, velocidade e direção dos ventos e a umidade relativa do ar) é algo antigo. A necessidade de fazê-lo cresceu, sobretudo, no início da era industrial e tudo isso foi registrado em diversos lugares. Só que o registro era manuscrito e, veja só, para ser compilado pelos computadores, os dados precisam ser transcritos para a era digital.

Por isso o GloSAT — iniciativa de pesquisa climática que reúne diversas universidades do hemisfério norte — abriu um projeto colaborativo no Zooniverse para que qualquer pessoa auxilie na transcrição de dados climáticos escritos em diários de bordo de navios do início da era industrial.

Diário de bordo do HMS Steady com dados climáticos que podem ser transcritos em projeto colaborativo. Reprodução: GloSAT Zooniverse.

Para colaborar com o levantamento dos dados, acesse o site (clique aqui ), crie o seu login e leia os objetivos e as instruções. Então acesse o collect (coletar), onde as imagens em alta definição dos diários de bordo estão disponíveis. Aí é só transcrever os dados para ajudar a ciência a ter mais dados sobre o clima no passado.

. . . . .

Para saber mais:

. . . . .

Shares

Mais do ccult.org

Eu queria que isso fosse uma brincadeira, Sr. Feynman!

Richard Philips Feynman (1918 – 1988) foi um dos maiores físicos americanos da história . Participou ativamente do Projeto Manhattan …

A Santa Tracker (ou como é rápido o Papai Noel!)

No século XX, a humanidade testemunhou avanços científicos e tecnológicos que mudaram definitivamente a forma como a nossa civilização interage, …

CCULT LIVROS #1: “Aulas de Marie Curie”

Marie Skłodowska-Curie (1867-1934) é uma das cientistas mais conhecidas de todos os tempos. Sua história pessoal é suficientemente rica para …

E se buscássemos as perguntas?

Faz algum tempo que Randall Munroe anunciou um novo volume do fabuloso “E se? Respostas científicas para perguntas absurdas” (Companhia …

Cesta Científica #8: genoma e ciência eurocentrada, ética em pesquisa com medicamentos e Malba Tahan em sala de aula

Esta é a versão web da Cesta Científica #8. Receba diretamente em seu e-mail se cadastrando aqui. Olá! Esta é …

Sim, nós temos um calendário para você

Depois de muito tempo planejando, estruturando e me frustrando por não ter conseguido finalizar a tempo em outros anos, finalmente …