Infográficos como recurso didático para as aulas de ciências

Compartilhe:

Shares

Os infográficos são largamente utilizados no jornalismo como recurso de complemento a notícias. A ideia é ilustrar fenômenos, acontecimentos e dados para complementar ou aprofundar os fatos noticiados. Embora muito utilizados no jornalismo, os infográficos tem um imenso potencial de uso em sala de aula, tanto como recurso metodológico — e isso inclui metodologias tradicionais e ativas de ensino —, quanto como recuso de aprendizagem (o “aprender a aprender”) para alunos de diversos níveis.

Imagine como sintetizar séculos de história da ciência em uma imagem:

Infográfico com a linha do tempo e influências de diversos cientistas. Clique na imagem para ampliar.

Possibilidades em sala de aula

Evidentemente, os infográficos não suprem todas as demandas do ensino, mas oferecem oportunidades interessantíssimas para a sua aplicação em sala de aula. Afinal, infográficos traduzem dados em informações visuais, trazendo significado e amplitude para o que é discutido. Algumas possibilidades do uso de infográficos em sala de aula:

  • Contextualizar os conceitos e suas aplicações no cotidiano;
  • Servir como ponto de discussão conceitual, tanto para a sua apresentação, quanto para o seu aprofundamento;
  • Possibilitar a interdisciplinaridade entre disciplinas de diferentes áreas do conhecimento;
  • Ilustrar graficamente modelos, leis e teorias;
  • Aprofundar conceitos e informações sobre determinado assunto;
  • Atuar como mecanismo de avaliação de aprendizagem, especialmente em atividades práticas e em projetos educacionais.

Pense nos infográficos como a materialização da expressão: “uma imagem vale mais do que mil palavras”. Claro que infográficos possuem textos, frases, contextos. Mas é a junção desses dois elementos, imagens e textos, que tornam um infográfico uma ferramenta de imenso potencial informativo. Transformar essas informações em conhecimentos é o nosso desafio educacional do século. Infográficos também podem contribuir com isso.

Onde nascem os infográficos

Se você procura infográficos prontos, especialmente sobre temas relacionados com conteúdos de física, química, biologia e matemática, uma ótima opção é o Tabletop Whale. Talvez seja este site a síntese da frase que ilustra a abertura deste texto. “Design is where science and art break even” (algo como “O design é onde a ciência e a arte se equilibram”). Os infográficos disponibilizados no Tabletop são uma verdadeira obra de arte, que unem informações científicas ao design instrucional, apresentando o funcionamento do corpo humano, explicando como os respiradores atuam ou até mesmo a apresentação da estrutura dos vírus. Mas não apenas isso: as topografias dos planetas são detalhadas e os infográficos sobre as constelações adotadas por outras civilizações (já falamos sobre os aspectos culturais das constelações neste texto aqui) são imperdíveis.

Infográfico em formato de imagem animada do Tabletop Whale | Reproduzido de tabletopwhale.com.

Entretanto, os infográficos disponibilizados no Tabletop Whale estão em inglês. E quem disse que a barreira do idioma precisa ser intransponível?

Além do Tabletop Whale, outro site muito conhecido por seus infográficos é o Pictoline. Nascido no México, o site tem infográficos traduzidos para diversas línguas pelos fãs ao redor do mundo. No Brasil, a página no Facebook Pictoline Brasil reúne infográficos traduzidos em língua portuguesa. No Pictoline, é possível buscar pelos temas dos infográficos publicados e mesmo que eles ainda não tenham sido traduzidos do espanhol para o português, eles são incrivelmente informativos e cheios de humor.

Como os infográficos tem um objetivo específico, nem sempre eles podem conter todas as informações que você considera adequadas para os seus alunos. Então, que tal elaborar os seus próprios infográficos? Sim, você pode elaborar os seus próprios infográficos! O PowerPoint e o Google Slides possuem modelos estruturados para este fim. Mas se você precisa de uma ajudinha para a sua criatividade ou não gostou dos modelos propostos por eles, pode criar seu infográfico do zero com modelos como os disponibilizados em sites como o SlidesMania.

Também é possível criar infográficos em sites e aplicativos especializados e muito intuitivos. O Canva é um dos mais conhecidos e oferece diversos modelos que podem ser editados no computador ou pelo celular por meio de seu aplicativo para Android ou iOS. Outros sites que permitem a elaboração de infográficos são o PiktoChart e o Easel.ly, que oferecem modelos personalizáveis que podem ser editados gratuitamente.

. . . . .

Para saber mais:

. . . . .

Que bom que você chegou até aqui! Agora, que tal nos ajudar a levar cada vez mais conteúdos sobre ciência e educação para ainda mais pessoas? Clique nos botões de compartilhamento e envie este conteúdo para outras pessoas! Aproveite e siga os nossos conteúdos em nossas redes sociais. Estamos no Facebook, no Twitter e também no Instagram.  

Compartilhe:

Shares

Mais do ccult.org

Sci-Hub em língua portuguesa

Há alguns meses, o Sci-Hub vem recebendo uma série de melhorias em seu serviço. A primeira delas contemplou a abertura …

Cinquenta e dois tons de azul no céu

Uma citação do matemático húngaro Paul Erdös talvez seja a melhor analogia entre máquinas e seres humanos: “um matemático é …

Cesta Científica #4

Esta é a Cesta Científica, a newsletter de conteúdos sobre ciência e educação do ccult.org. A quarta edição da Cesta …

A arte de Richard Feynman

Richard Feynman não foi apenas vencedor do Nobel e um dos maiores nomes da física no século XX: o físico …

Bordados astronômicos de Ellen Harding Baker

Em 1876, após sete anos de dedicação, Ellen Harding Baker finalizou uma obra de arte que utilizava como material de …

Schwarzschild, guerra e a relatividade geral

Renato Russo e a sua inesquecível Legião Urbana cantavam contra os senhores da guerra nos versos de “A Canção do …

if( function_exists('slbd_display_widgets') ) { echo slbd_display_widgets(); }