Editoras de periódicos da área médica adotam temporariamente o acesso aberto por causa da pandemia de covid-19

Compartilhe:

Shares

Submeter os resultados de uma pesquisa científica em qualquer área do conhecimento não é uma tarefa simples. Além de todo o trabalho com a pesquisa em si, para que ela seja conhecida por outras pessoas, é preciso submetê-la a um periódico científico. Basicamente, um periódico  é uma revista temática relativa a um ou mais temas dentro de um campo do conhecimento científico. São nesses periódicos que os cientistas conhecem os resultados das pesquisas, novas abordagens para questões conceituais e teóricas, entre outras.

Só que o acesso a esse material, em geral, não é gratuito. Sim, você deve pagar para acessar alguns desses textos – chamados de artigos científicos. Os valores variam entre alguns a algumas centenas de dólares, dependendo da revista na qual o artigo foi publicado. Quanto maior o impacto, isto é, quanto mais um periódico tem seus artigos lidos, citados e discutidos por outros cientistas, maior é o valor para publica e para ler.

Falamos sobre a submissão de artigos científicos neste link.

Pois bem, com a pandemia da covid-19 assolando o mundo, algumas das principais editoras que publicam periódicos, especialmente na área de medicina e saúde, resolveram deixar seus artigos em acesso aberto. Durante alguns meses, não será necessário desembolsar um dinheirão para ler um ou mais artigos disponibilizados pelas editoras e qualquer pessoa poderá acessar os textos, mesmo sem acesso institucional ou login pelo Portal de Periódicos da Capes. Algumas delas:

Outras fontes de textos com acesso aberto devido a pandemia do novo coronavírus pode ser consultada neste endereço da Middle East Techincal University.

Com o acesso a essas informações, a disseminação do conhecimento científico torna-se mais rápida no ambiente acadêmico, além de ser menos custosa em termos financeiros. O acesso aberto ainda não é uma realidade na ciência mundial, mas os caminhos traçados nos últimos anos – incluindo a iniciativa Open Acess e o advento do Sci-Hub – tem mudado a realidade das pesquisas no mundo todo.

. . . . .

Que bom que você chegou até aqui! Agora, que tal nos ajudar a levar cada vez mais conteúdos sobre ciência e educação para ainda mais pessoas? Clique nos botões de compartilhamento e envie este conteúdo para outras pessoas! Aproveite e siga os nossos conteúdos em nossas redes sociais. Estamos no Facebook, no Twitter e também no Instagram.  

Compartilhe:

Shares

Mais do ccult.org

As sinfonias científicas de John D. Boswell

Há alguns meses, escrevi sobre como arte e ciência podem se unir para transmitir informações – e como você poderia …

Habemus livro!

Deixe-me falar um pouquinho de contextos (prometo não me alongar, mas o contexto importa): o ccult.org nasceu em 2019, quando …

Não é milagre, apenas decidimos ir — um olhar sobre a exploração espacial

Eu sou daqueles que acredita que textos e livros mudam pessoas. Ou melhor: textos ampliam horizontes, apresentam novas formas de …

CCULT LIVROS #3 – Catorze camelos para o Ceará

Reprodução – Acervo pessoal Existem histórias que envolvem o Brasil que encantam, revoltam e automaticamente implicam em reflexões sobre o …

Conhecimento, vida universitária e defesa da ciência: um convite ao pensamento para o ingresso no ensino superior

Eu leciono física para o ensino básico – especialmente para o ensino médio – desde 2010. Já passei por algumas …

CCULT LIVROS #2 – Próxima Parada: Marte

Ser um astronauta estava entre os três principais sonhos de minha infância. Talvez fosse essa mesma classificação na hierarquia de …