Editoras de periódicos da área médica adotam temporariamente o acesso aberto por causa da pandemia de covid-19

Compartilhe:

Shares

Submeter os resultados de uma pesquisa científica em qualquer área do conhecimento não é uma tarefa simples. Além de todo o trabalho com a pesquisa em si, para que ela seja conhecida por outras pessoas, é preciso submetê-la a um periódico científico. Basicamente, um periódico  é uma revista temática relativa a um ou mais temas dentro de um campo do conhecimento científico. São nesses periódicos que os cientistas conhecem os resultados das pesquisas, novas abordagens para questões conceituais e teóricas, entre outras.

Só que o acesso a esse material, em geral, não é gratuito. Sim, você deve pagar para acessar alguns desses textos – chamados de artigos científicos. Os valores variam entre alguns a algumas centenas de dólares, dependendo da revista na qual o artigo foi publicado. Quanto maior o impacto, isto é, quanto mais um periódico tem seus artigos lidos, citados e discutidos por outros cientistas, maior é o valor para publica e para ler.

Falamos sobre a submissão de artigos científicos neste link.

Pois bem, com a pandemia da covid-19 assolando o mundo, algumas das principais editoras que publicam periódicos, especialmente na área de medicina e saúde, resolveram deixar seus artigos em acesso aberto. Durante alguns meses, não será necessário desembolsar um dinheirão para ler um ou mais artigos disponibilizados pelas editoras e qualquer pessoa poderá acessar os textos, mesmo sem acesso institucional ou login pelo Portal de Periódicos da Capes. Algumas delas:

Outras fontes de textos com acesso aberto devido a pandemia do novo coronavírus pode ser consultada neste endereço da Middle East Techincal University.

Com o acesso a essas informações, a disseminação do conhecimento científico torna-se mais rápida no ambiente acadêmico, além de ser menos custosa em termos financeiros. O acesso aberto ainda não é uma realidade na ciência mundial, mas os caminhos traçados nos últimos anos – incluindo a iniciativa Open Acess e o advento do Sci-Hub – tem mudado a realidade das pesquisas no mundo todo.

. . . . .

Que bom que você chegou até aqui! Agora, que tal nos ajudar a levar cada vez mais conteúdos sobre ciência e educação para ainda mais pessoas? Clique nos botões de compartilhamento e envie este conteúdo para outras pessoas! Aproveite e siga os nossos conteúdos em nossas redes sociais. Estamos no Facebook, no Twitter e também no Instagram.  

Compartilhe:

Shares

Mais do ccult.org

Sci-Hub em língua portuguesa

Há alguns meses, o Sci-Hub vem recebendo uma série de melhorias em seu serviço. A primeira delas contemplou a abertura …

Cinquenta e dois tons de azul no céu

Uma citação do matemático húngaro Paul Erdös talvez seja a melhor analogia entre máquinas e seres humanos: “um matemático é …

Cesta Científica #4

Esta é a Cesta Científica, a newsletter de conteúdos sobre ciência e educação do ccult.org. A quarta edição da Cesta …

A arte de Richard Feynman

Richard Feynman não foi apenas vencedor do Nobel e um dos maiores nomes da física no século XX: o físico …

Bordados astronômicos de Ellen Harding Baker

Em 1876, após sete anos de dedicação, Ellen Harding Baker finalizou uma obra de arte que utilizava como material de …

Schwarzschild, guerra e a relatividade geral

Renato Russo e a sua inesquecível Legião Urbana cantavam contra os senhores da guerra nos versos de “A Canção do …

if( function_exists('slbd_display_widgets') ) { echo slbd_display_widgets(); }